AUS

AUS – Advocacia Ubirajara Silveira

Quando decidiu fundar um escritório de advocacia em julho de 1958, doutor Ubirajara Silveira tinha 40 anos. Foi motivado pelas injustiças que atingiam os servidores públicos. Fez da luta pelos direitos da categoria seu objetivo de vida.

Buscou no direito público, constitucional, administrativo e previdenciário subsídios jurídicos para criar teses que atestavam os direitos dos servidores e seus pensionistas.

Já durante a Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, o então Capitão Ubirajara, tornou-se admirado pelo empenho à vida acadêmica.

Anotava todas as aulas com minúcia, não deixando escapar nenhuma informação que recebia dos mestres. As anotações logo se tornaram material de consulta para os colegas e, posteriormente, livros e manuais acadêmicos.

Progrediu também na carreira militar, conquistando a patente de Coronel e a honraria de ser considerado um notório membro da Polícia Militar do estado de São Paulo, um reconhecimento dos seus companheiros pela lealdade, índole irretocável e aguçado senso de justiça.

Durante o Regime Militar, foi comandante do batalhão da Universidade de São Paulo. Época em que participou de episódios marcantes.

Em abril de 64, a USP foi cercada pelo exército, que pretendia invadir a cidade universitária contra possíveis resistências ao governo que se impunha. Dr. Ubirajara se opôs e garantiu estar ao lado do governador à época, Ademar de Barros.

Com a insistência dos generais do exército em saber de que lado a então Força Pública Paulista se manteria, Dr. Ubirajara considerou acionar o reator nuclear da universidade se a invasão fosse adiante e assim fez com que a tropas exército recuassem.

Esse acontecimento e outros marcaram sua carreira militar e foi descrito nos livros que contam a história do período e da corporação.

Doutor Ubirajara conciliou a carreira militar e a direção do escritório. Faleceu aos 80 anos, deixando esposa, filho, netos e uma legião de amigos e admiradores.

A partir da segunda metade da década de 90 a AUS iniciou um processo de modernização e expansão que contou com a entrada de novos colaboradores, na sua maioria professores universitários, que contribuíram decisivamente para a ampliação das áreas de atuação e criação de novas teses jurídicas.

Também neste período a defesa dos servidores públicos se ampliou não apenas para ações relacionadas aos policiais militares do Estado de São Paulo e seus pensionistas, mas também para inúmeras categorias do funcionalismo público municipal, estadual e federal.

Hoje a AUS é coordenada pelo Dr. Vladmir Oliveira da Silveira, que seguiu a carreira jurídica do avô. Seu sócio é o Dr. Rubens Ferreira, experiente advogado administrativista, que se dedica diuturnamente à defesa dos servidores públicos principalmente policiais militares e pensionistas.

O Dr. Rubens aos dezesseis anos de idade entrou no escritório e se transformou em um verdadeiro filho para o Dr. Ubirajara. Juntos Dr. Rubens e Dr. Vladmir lideram a atual equipe da AUS, seguindo o legado do doutor Ubirajara, que sempre defendeu o comprometimento, a seriedade, a integridade pessoal e profissional.

São esses valores que, quase seis décadas depois, norteiam a atuação dos sócios e demais advogados da AUS.

Após todas essas décadas e com as mudanças que se deram no mundo no final do século XX e início do século XXI, a AUS permanece líder nas ações de defesa dos servidores públicos e pensionistas, ao mesmo tempo que se tornou referência em outras áreas do direito.

Em 59 anos de história já são mais de 55 mil clientes atendidos pela AUS – Advocacia Ubirajara Silveira.